Solicitadores no pós-pandemia: Desafios vs Oportunidades

Mai/2021


Gabinete Jurídico

Se há algo que a pandemia da doença covid-19 veio demonstrar é que não existem métodos infalíveis ou permanentes de trabalhar e prestar serviços. O instalar de um novo paradigma no que ao contacto social diz respeito veio justificar o método de alguns, acelerar a transição de outros e precipitar a mudança de muitos e os profissionais liberais da área jurídica, como os Solicitadores, não foram exceção.

As reuniões passam agora pela webcam e a troca de documentação concretiza-se, mais do que nunca, por e-mail, mensagem ou pastas compartilhadas. Contactamos com serviços públicos pelos meios digitais disponíveis e reduzimos o contacto com os clientes ao mínimo indispensável. Mas, será que estas exigências de exceção não deverão tornar-se práticas de regra? Representará esta readaptação um improviso temporário ou uma rutura permanente com as práticas até então verificadas?

Em especial no nosso meio profissional, este cenário pandémico trouxe consigo tantas ou mais oportunidades do que desafios. Foi-nos tirada a capacidade de ter os escritórios abertos de forma livre e irrestrita, mas passámos a repensar a sua organização, comunicação e apresentação. Foi-nos tirada a capacidade de reunir diariamente com clientes no nosso escritório, mas foi-nos mostrada a habilidade de reunir à distância de um ecrã. Apesar do que nos foi tirado, devemos perceber o que nos foi dado. Mais do que nunca, deram-nos ângulo de visão para o que há muito lá estava, mas passava despercebido.

P&A Solicitadores Leiria - Solicitador Leiria

Rafael Parreira

Solicitador e Fundador da P&A Solicitadores

"Agora e no pós-pandemia, cabe-nos vencer os desafios e agarrar as oportunidades!" 


Os meios digitais trazem consigo novos métodos e mecanismos de trabalho e de relacionamento com os clientes, mas também novas ideias e estratégias de comunicação com a comunidade. É essencial garantir o equilíbrio entre o exercício dos atos próprios dos Solicitadores através dos meios digitais e a integração dos cidadãos, preservando os seus interesses, mas acima de tudo, a sua confiança no nosso trabalho enquanto profissionais da área jurídica.


Desde a consulta jurídica online, à elaboração de contratos por meios digitais mecanizados ou à prática de atos preparatórios através da comunicação online junto dos serviços públicos, a dinâmica com que dotamos os nossos escritórios definirá o seu caminho no pós-pandemia. As medidas Simplex dos últimos anos, com os seus méritos e defeitos, permitiram-nos recorrer de forma mais ágil a muitos dos serviços de que depende o nosso trabalho, beneficiando, em última instância, o cliente. Ora, cabe-nos agora dar extensão a essas medidas, definindo mecanismos, nos nossos escritórios, que permitam ao cliente um acesso mais digital aos nossos serviços, sem comprometer a personalização e desbloqueio de dificuldades, que só um profissional contratado para o efeito pode garantir.


A capacidade de inovação e reinvenção é essencial para qualquer profissional e em especial para os que mais se viram afetados pelo cenário pandémico. Num mercado cada vez mais exigente, o sucesso está ainda mais dependente da capacidade de fazer diferente e os tempos não poderiam ser mais sugestivos. Repensemos os métodos, reformulemos a comunicação, readaptemos as relações, sempre com a integridade, transparência, urbanidade e genialidade que caracterizam os Solicitadores e com o respeito e frontalidade que sustenta a confiança dos cidadãos nesta tão nobre profissão.

Rafael Parreira

Solicitador e Fundador da P&A Solicitadores

Enviar mensagem
Estamos online!
Olá!
Como é que a P&A Solicitadores te consegue ajudar?